Trump pode sujeitar os celulares da China, incluindo o iPhone, a uma tarifa de 10% ou 25%


0
iPhone

Donald Trump, insinuou hoje, em uma conversa com o Wall Street Journal , que o produto mais importante da Apple poderá ser atingido em breve pelas tarifas. Em entrevista ao jornal, Trump disse que além de elevar o nível das tarifas para 25% sobre 200 bilhões de dólares das importações chinesas, ele também acrescentaria uma tarifa de 10% ou 25% sobre o restante das importações chinesas (avaliadas em 267 bilhões de dólares). que atualmente não são atingidos com o imposto adicional.

Quando perguntado se acrescentaria tarifas ao iPhone da Apple, outros telefones celulares e laptops montados na China, o presidente disse: “Talvez. Talvez. Depende de qual é a taxa. Quero dizer, posso chegar a 10%, e as pessoas poderiam suporta isso muito facilmente “.

Embora a Apple projete seus produtos nos EUA, dispositivos como o iPhone e o iPad são montados na China por fabricantes contratados. As unidades destinadas aos EUA são enviadas da China para os estados em que podem estar expostas a tarifas de importação.

O presidente tinha uma recomendação para a Apple e para outras empresas americanas com dispositivos importados para os EUA da China. “O que eu aconselho é que eles construam fábricas nos Estados Unidos e façam o produto aqui”, disse Trump. “E eles têm muitas outras alternativas.”

O presidente instigou a guerra comercial com a China na tentativa de reduzir o déficit comercial que os EUA têm com o país. No entanto, muitos economistas acreditam que, ao aplicar tarifas a muitos itens populares importados para os EUA, como o iPhone, os preços desses dispositivos aumentarão, resultando em uma desaceleração econômica nos estados.

Esses economistas veem a mesma coisa acontecer se empresas como a Apple transferirem a manufatura para os EUA. O custo do trabalho aumentaria drasticamente forçando essas empresas a elevar os preços para manter as margens estáveis, ou aceitar lucros menores para manter os preços estáveis. Nenhum deles seria considerado útil para a economia dos EUA.


Gostou? Compartilhe com seus amigos!

0

Deixe Seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.